terça-feira, 16 de agosto de 2011

[S]now




Não, eu não sei a hora de parar. Ou talvez saiba e apenas não consiga. 
Parar  representa ponto final e sempre fui adepta das reticências.
Não que isso justifique. Embora não pareça, tenho ideia do quanto posso ser chata.
É que tento consertar - para não usar o tal ponto final - e tentando consertar, as coisas viram uma bola de neve. No começo acho que posso empurrá-la, mas em algum momento perco o controle e ela me engole.
Por causa das minhas reticências e da tal bola de neve, peço desculpas.
Eu quero que a bola de neve pare e a gente continue.
Quero um sol espetacular derretendo o gelo entre nós. Quem sabe assim eu possa sair de dentro desse boneco de neve e você me agasalhe com um abraço quentinho.
Sabe, não sei ficar magoada com as pessoas que amo. Quero que elas se desculpem imediatamente porque carregar mágoa por pessoas queridas me fere.
E eu vim aqui desarmada e boba confessar isso... Preciso que você se desculpe para parar de doer.
Já tem tanta coisa aqui dentro, acomodar a mágoa implica mudar os móveis de lugar. Demorei tanto para deixar a sala arrumada. Não quero mudá-los. Tire-a daqui, por favor.
Estou tão acostumada a me culpar que não sei como agir quando a culpa é sua.
Um sol... Preciso urgentemente de um sol que derreta a tal bola de neve.

6 comentários:

Camila Lourenço disse...

Ô Flá... que coisa linda.
Não sei se era o que vc estava sentindo, mas vc conseguiu colocar em palavras muito bem como sou. A merda é que qnt mais a gente tentar consertar, mais a coisa desanda.. tipo bosta que "quanto mais meche, mais fede".
Mas, enfim... o sol sempre nasce. E acho que esse foi um dos textos mais lindo que já li seu.

Espera que o sol já vem....

Bjo

LandNick disse...

Um dos mais bonitos e poéticos pedidos de desculpa que já li! E esta frase é um achado!!! ==>"Parar representa ponto final e sempre fui adepta das reticências."

Roberto Borati disse...

que venha verão e mais poesia vinho.

Tatiana Kielberman disse...

Perfeito! Demais... e único!

Seus textos me deixam sem palavras...

Beijocas, querida!

Gislãne Gonçalves disse...

Olá,

Gostei muito do teu espaço e por isso sigo-te!!

Esta convidada a visitar meu blog

Beijos

Gercina Veloso disse...

Lindo Mesmo!

Como é bom ler coisas que meche comigo, saber que em muitos momentos meus eu não estava sozinha.

Parabéns!

Postar um comentário

Alimente os devaneios de uma Mariazinha. Comente.