quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Bendito Fruto


E todos os flertes ficaram verdes
quando o nosso amor amadureceu.


Amadureceu
mas não caiu do galho.
                                      Porque o que é do homem
                                      meu bem,
                                      o bicho não come.

Amadureceu
e endureceu.
                                      Cadê a ternura?
                                      Ter nura. Não ter nura.
                                      Que diabos é essa nura, que tanta falta nos faz?

5 comentários:

Camila Lourenço disse...

é... ternura faz falta.
Hj to querendo socar o mundo, a vida a merda, qualquer coisa.
Porra!
Todo dia igual e essa ternura em falta.
Vida de merda

Atualize mais vezes. Gosto daqui.

Beijo!

ceudemonet disse...

Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?
heim Guimarães Rosa?
adorei

Fernando Lago disse...

Ternura, termura, tremura...

Tatiana Kielberman disse...

Que lindo!!!

Sempre arrasando, Flavinha...

E como é incrível quando o amor amadurece!

Beijo enorme!

Carlos Curro disse...

"Algum dia o poder será dado à ternura."
(Rubem Alves)

Postar um comentário

Alimente os devaneios de uma Mariazinha. Comente.